Uns minutos com Belvedere

Tenho sido feliz procurando crescer dentro do que me propus.

Textos

Portas Abertas
PORTAS ABERTAS
Belvedere Bruno

Portas abertas...
A bem da verdade,
nunca uso trancas.

Quantas vezes
me abaixo, catando
mil e tantos cacos.

Não me despedaço.

Apenas proíbo
que tons ocres
decorem meus dias.
belvedere
Enviado por belvedere em 31/08/2015
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Texto de Belvedere Bruno). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Tela de Claude Monet
Site do Escritor criado por Recanto das Letras